Recife e suas prais pelo estado de Pernambuco são destaque no mapa pelo turismo e pontos turísticos

O município de Recife é o cerne do conjunto urbano mais potente (rico) da região Norte-Nordeste, ocupando o oitavo lugar no ranking nacional entre oa municípios mais ricos do Brasil. É um grande produtor de PIB no país conquistando o 14º lugar na classificação e ganha como maior PIB per capita nas capitais nordestinas. É a nona cidade mais populosa do país. A região metropolitana de Recife em população, é a sétima do Brasil, e terceira em área metropolitana mais densamente habitada do país atrás de São Paulo e Rio de Janeiro. Cidade nordestina com o melhor IDH-M (Índice de Desenvolvimento Humano), e a quarta capital brasileira na hierarquia da gestão federal.

Turismo
9 meses atrás
Recife e suas prais pelo estado de Pernambuco são destaque no mapa pelo turismo e pontos turísticos

A cidade pernambucana tem grande importância para o estado e para a região também, é a responsável por sediar empresas, indústrias e instituições importantes como o Comando Militar do Nordeste, o TRF da 5ª Região, etc. Fora seus vários consulados estrangeiros no brasil, tendo Consulados-Gerais de países como Estados Unidos, China, Alemanha, França e Reino Unido. A metrópole nordestina chegou a ser eleita (pela MasterCard Worldwide) como um dos 65 municípios com economia mais desenvolvida dos mercados emergentes no mundo. Nesta lista são somente cinco cidades brasileiras que aparecem na ordem: São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Recife e Curitiba.

Instalaram-se na cidade universidades públicas e privadas, como a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), o Instituto Federal de Pernambuco (IFPE) na Cidade Universitária, a ETEPAM (Escola Técnica Estadual), o Ginásio Pernambucano, o Colégio de Aplicação da UFPE, o Colégio Militar do Recife, o Colégio da Polícia Militar de Pernambuco e o Liceu de Artes e Ofícios de Pernambuco, que funciona no Complexo Nóbrega, localizado no Campus Universitário da UNICAP. O Colégio de Aplicação da UFPE foi três vezes eleito a melhor escola pública do Brasil. Infelizmente, a cidade conta com apenas três bibliotecas públicas: a Biblioteca Popular de Afogados, a Biblioteca Popular de Casa Amarela e a Biblioteca Pública do Estado de Pernambuco.

Curiosidades sobre Recife

Arrecife, como era chamada é a forma antiga do vocábulo recife, são genuínos da linguagem Árabe ár-raçif significando calçada, linha de escolhos, dique, paredão, cais, molhe, caminho pavimentado. Desde 1258, Arrecife foi registrado no dicionário de José Pedro Machado. Geralmente, o nome da cidade nas frases é acompanhado pelo artigo masculino, bem como o Rio de Janeiro, também por uso de intelectuais recifenses e pernambucanos que assim referiam-se ao local. Q que, em contra partida, o gramático Napoleão Mendes de Almeida afirma que não se deve usar o artigo definido para fazer referência à cidade, apenas ao bairro de mesmo nome: “o bairro do Recife na cidade de Recife”.

História rapidinha de Arrecife

A metrópole é a mais velha pelas capitais estaduais do país, nascendo como “Ribeira de Mar dos Arrecifes dos Navios” em 1537, na principal área portuária da Capitania de Pernambuco, era tida como a mais rica capitania na época do Brasil Colônia, como era mundialmente conhecida dada cultura da cana-de-açúcar e ao pau-brasil (ou pau-de-pernambuco).

Durante o século XVII, o município em vinte e quatro anos foi sede da colônia de Nova Holanda, tendo conde Maurício de Nassau como um de seus administradores. Em seguida a saída dos neerlandeses, durante a Insurreição Pernambucana, a cidade torna-se a mais importante de Pernambuco por sua influencia principalmente pelos comerciantes portugueses, os chamados “mascates”. O Centro Histórico do Recife — o qual sofreu com demolições e descaracterizações, representa em conjunto com os sítios históricos de Olinda, Igarassu e dos Guararapes, dos mais valiosos patrimônios da arte barroca nacional.

Em meados dos anos 1000 ac, a região era ocupada pelos índios tapuias, sendo expulsos para o interior do continente pelos povos tupis procedentes da Amazônia. Na época em que os europeus chegaram em suas embarcações durante o século XVI, as terras estavam ocupadas pelo povo tupi dos caetés. A área metropolitana da capital foi palco para fatos históricos do Novo Mundo. O descobrimento pré-cabralino do Brasil, e o primeiro “Governador das Partes do Brasil”. O primeiro engenho de açúcar conhecido na América portuguesa. E sua origem está diretamente ligado ao município de Olinda que permaneceu português até a independência do Brasil, com a exceção de um período de ocupação holandesa.

A “Expedição Pernambucana de Lancaster”, aconteceu na Guerra Anglo-Espanhola, ocorrido em 1595 no porto do Recife, durante o Brasil Colônia. Liderada pelo almirante inglês James Lancaster, foi a única expedição de corso da Inglaterra que teve como objetivo principal o Brasil, representando o mais rico butim. A Capitania de Pernambuco, como era a mais rica de todas, tornou-se um alvo cobiçado. Anos depois de derrotarem a Armada espanhola, invencível até 1588, os ingleses tiveram acesso a manuscritos portugueses e espanhóis que detalhavam a costa brasileira. Chegando a ser publicado em inglês e enfatizava as qualidades da rica vila de Olinda ao dizer que “Pernambuco é a mais importante cidade de toda aquela costa”. Em Pernambuco acha-se mais vaidade que em Lisboa, tornando-se um lugar desejado por pessoas importantes pelo mundo.

Insurreição Pernambucana (1645-1654)

Novos governantes holandeses, entraram em conflito com a população local, que descontentes levantou 18 líderes insurretos pernambucanos e assinaram compromisso para lutar contra o domínio holandês na capitania, em maio de 1645. Com o acordo assinado, iniciaram-se contra-ataques à invasão holandesa que chegava há dez anos. Com a chegada incessante de reforços portugueses, os holandeses foram expulsos em 1654, na segunda Batalha dos Guararapes, sendo que a primeira das Batalhas dos Guararapes é tida como originária a favor do Exército Brasileiro.

Frei Caneca, que esteve implicado na Revolução Pernambucana, foi líder e mártir da Confederação do Equador

Acabando a Insurreição Pernambucana, a luta era para reconstruir Recife e Olinda, destruídas na expulsão holandesa, promovendo o início de mais um episódio importante para a história recifense. Praticamente no fim do período de dominação portuguesa e o período imperial, a cabeça de Zumbi dos Palmares, cortada após sua morte, ficou exposta em praça pública no Recife, na atual capital pernambucana onde aconteceram importantes movimentos como a Conjuração de “Nosso Pai”, a Guerra dos Mascates, a Revolução Pernambucana, a Confederação do Equador e a Revolução Praieira.[54]

Conjuração de “Nosso Pai” em 1666

Neste ano os senhores de engenho acreditavam merecer mais reconhecimentos por parte da Coroa Portuguesa por terem contribuído com a expulsão dos neerlandeses. Portugal, enviou um estranho chamado Jerônimo de Mendonça Furtado, para governar a Capitania, o que contrariou interesses de muitos pernambucanos, que desejavam ocupar esta função. Divulgaram a notícia de que o governador prestava serviços aos estrangeiros, que preparavam um ataque à província, e seu consequente saque.

Guerra dos Mascates (1710-1711)

Considerado movimento nativista, precursor da Independência do Brasil pela historiografia em história do Brasil, fez de Recife palco novamente de combates e cercos. Depois da invasão holandesa, vários comerciantes portugueses, os mascates, se estabeleceram em Recife prosperando arredores, o que foi visto com desconfiança pelos olindenses, que em sua maioria eram senhores de engenho com dificuldades financeiras. Este conflito de interesses políticos e econômicos entre ricos produtores de açúcar pernambucanos e novos burgueses originou a Guerra dos Mascates, que aconteceu durante 2 anos, 1710 e 1711.

Revolução Pernambucana (1817)

No dia de 6 de março de 1817 aconteceu a Revolução Pernambucana, conhecida como “Revolução dos Padres”, que se tratava de influência das ideias iluministas propagadas pelas sociedades maçônicas, o absolutismo monárquico português e os enormes gastos da Família Real e seu séquito recém-chegados ao Brasil (o Governo de Pernambuco era obrigado a enviar para o Rio de Janeiro muito dinheiro). Com o dinheiro enviado ao Rio pagavam-se salários, comidas, roupas e festas da Corte, fazendo com que não se conseguisse resolver problemas como a seca ocorrida de 1816 e atrasos dos honorários dos soldados, com insatisfação do povo pernambucano e brasileiro.

Liderada por Domingos José Martins, apoiada por grandes nomes da época, incluindo padres, dominaram o Governo Provincial, tomando posse do tesouro da província e foi feito um governo provisório proclamando-se a República. Foi um movimento sangrento, em que muitos foram enforcados e/ou arcabuzados, esquartejados depois de mortos, com outros morrendo na prisão. A retaliação, foi desmembrada de Pernambuco com sanção de Dom João VI formando uma capitania independente.

Convenção de Beberibe (1821)

Pernambuco, primeira província a se separar do Reino de Portugal no Brasil, menos de um ano antes da proclamação da Independência do Brasil pelo Príncipe Dom Pedro de Orleans e Bragança. No dia 29 de agosto de 1821, teve início um movimento armado contra o governo do capitão general Luís do Rego Barreto — o algoz da Revolução Pernambucana —, culminando com a formação da Junta de Goiana, tornando-se vitorioso com a rendição das tropas portuguesas em capitulação assinada a 5 de outubro do mesmo ano, quando da Convenção de Beberibe, responsável pela expulsão dos exércitos portugueses do território pernambucano. O Movimento Constitucionalista de 1821 é considerado o primeiro episódio da Independência do Brasil.[63]

Entre outra batalhas…

O Recife possui remanescentes de Mata Atlântica no seu território

Com muitas áreas de manguezal, com as principais perto do rio Capibaribe, são 215 hectares no Parque dos Manguezais ao todo que são da Marinha do Brasil (entre o bairro do Pina, Boa Viagem e Imbiribeira), banhado pelos rios Jordão e Pina, é a maior reserva em área urbana da América e das maiores em título mundial. Ilha de Deus, a Ilha de São Simão e a Ilha das Cabras fazem parte de todo este perímetro.

O maior parque do município é o Parque Dois Irmãos, é horto, jardim botânico, zoológico e reserva ambiental. Ele possui boa variedade de diversão e lazer tanto para crianças como adultos. São mais de 384 hectares, que oferecem mais de 350 em reserva ambiental. Para quem não sabe, a reserva e o parque são separados por arames, porque os animais da reserva não podem viver em cativeiro pelo zoológico.

Há uma área de grande preservação que tornou-se um refúgio de vida silvestre com 20 hectares de responsabilidade estadual. Área de Proteção Ambiental conta com de 192 hectares com responsabilidade municipal, é protegida por lei pelo estado de Pernambuco. Dos 192 hectares, 60 são de manguezal, que pertencem à União. A Mata do Engenho Uchôa, é tida como a mais abrangente unidade de conservação do Recife. Localizada na Zona Sul, é considerada a mais ampla singularidade de conservação do município. A área da Mata do Engenho Uchoa nunca foi desapropriada porque os proprietários contestaram o valor da indenização, foi decretada de utilidade pública em 2002. É a única área em Pernambuco que possui os três biomas: mangue, restinga e Mata Atlântica.

Há mais parques que são famosos e valem a pena conhecer que são:

  • Parque da Jaqueira,
  • Parque 13 de Maio,
  • Parque das Esculturas Francisco Brennand,
  • Jardim Botânico do Recife,
  • Parque Santana,
  • Sítio Trindade,
  • Parque Dona Lindu, entre outros.

Problemas Ambientais do Recife

A terceira cidade da América do Sul a ter rede coletora de esgoto sanitário, mas atualmente, boa parte da população vive em condições ambientais insalubres, causando um efeito rebote na qualidade de vida do município, principalmente para moradores em áreas com menos recursos da cidade, as áreas pobres. No ano de 2010, o número estava em 59,8% para casas em bairros com saneamento básico adequado, foi registrado um aumento 10% em comparação aos registros de 2000. Sobre a proporção com saneamento semiadequado (pelo menos uma forma de saneamento considerada adequada) caiu para 39,9% em 2010 comparando com os 49,3% registrados em 2000. Domicílios com saneamento inadequados aumentou de 0,4% para 0,9% respectivamente. O que é saneamento básico? Trata-se de abastecimento de água por rede geral, esgoto sanitário (por rede geral ou fossa séptica) e lixo coletado diretamente ou indiretamente. Fora que é visível a crescente dificuldade de escoamento das águas pluviais pela cidade, o que sobrecarrega as estruturas do sistema de drenagem provocando inundações indesejáveis, até permanentes, nas áreas mais baixas.

Incidentes com tubarão

As praias são bem protegidas, em sua maior parte, por barreiras de recifes naturais, porém não é recomendado o banho além dos recifes, evitando que os animais se confundam promovendo ataques e acidentes. A prática de esportes é proibida, embora um antigo governador do estado tenha autorizado por conta de terem feito instalações com redes de proteção contra os peixes assassinos. O Comitê Estadual de Monitoramento de Incidentes com Tubarões (Cemit) coloca sensores em animais capturados e depois soltos novamente, para monitorá-los via satélite, identificando os momentos de aproximação dos tubarões à costa. A área de proteção é da Praia do Paiva à Praia do Pina. Atualmente os ataques são mais raros, memso assim, por questões de segurança restrições são mantidas.

Sobre o turismo em Recife e seu carnaval

É um destino muito atraente, que acaba recebendo turistas do mundo todo. Os grandes convites são manifestações culturais, festividades, parques, museus e as igrejas barrocas. O Centro da cidade é o principal composto arquitetônico e cultural do Recife. O Carnaval de Recife e Olinda, é conhecido internacionalmente, é uma festa muito famosa considerada a folia de momo mais igualitária e culturalmente sortida do país, conhecida pelos bonecos de olinda, pelo famoso frevo e do maracatu garante o maior bloco carnavalesco mundial segundo o Guinness Book 1995, o Galo da Madrugada.

Conhecida como a “Capital Brasileira dos Naufrágios”, mergulhadores do mundo todo vem conhecer as águas pernambucanas por conta de sua rica vida marinha aliada a águas quentes, calmas e cristalinas. A “Capital das Assombrações” oferece um roteiro turístico chamado “Recife Mal Assombrado”, que se trata de visitas a monumentos como Cruz do Patrão, dizem ser o lugar mais mal-assombrado da cidade. Há o “Passeio de Catamarã pelo Rio Capibaribe”, que oferece pontos de interesse como o Parque das Esculturas Francisco Brennand, pontes e edifícios históricos do Recife.

É a cidade com o maior aglomerado de grifes de alto luxo do Norte-Nordeste, onde lojas com nome: Prada, Gucci, Burberry, Dolce & Gabbana, Valentino, Emporio Armani, Versace Collection, Hugo Boss, Coach, Diesel, Daslu, Ricardo Almeida, são moleza de encontrar, fora a multimarcas pernambucana Dona Santa/Santo Homem, apelidada carinhosamente como “Daslu do Nordeste”, com grifes de alta-costura como Balmain.

Fusne

O Fusne é um site para quem ama internet, nós somos especializados em comprar online. O que você vai encontrar por aqui é escrito por humanos, que vivem fazendo compras online, assim como você, então entende as suas dificuldades e tristezas nessas horas. O material do Fusne é testado várias e várias vezes pela equipe... Leia Mais

Vamos Bater um Papo?